BECE - Biblioteca Pública Estadual do Ceará BECE - Biblioteca Pública Estadual do Ceará

Confira a programação de 14 a 19 de dezembro
Confira a programação de 14 a 19 de dezembro

A Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece), equipamento da equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult CE), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar – IDM, realiza nos dias 14 e 15 de dezembro o webinário “Inclusão Cultural e Acessibilidade: Artistas com deficiência e artes para a cidadania”. O webinário de dezembro tem parceria com a Universidade Federal do Ceará e volta as atenções ao mês dedicado às pessoas com deficiência.

No dia 14/12 (terça-feira), a servidora da Secult CE que integra a equipe da Bece e mulher cega, Thamyle Vieira, é a nossa convidada do programa Histórias de Quem Lê. Já no dia 15/12 (quarta-feira), o programa Livros Abertos abordará o tema “A maestria da Sabedoria: a voz de cantantes e encantados” e recebe os Mestres da Cultura: Geraldo Amâncio e Maria Toinha.

A professora doutora Juliana Oliveira abordará “A Pesquisa em Climatologia Geográfica: um enfoque no clima urbano” no programa Descobertas da Pesquisa Acadêmica no dia 18/11.

Programação Formativa

A Biblioteca Pública realiza duas oficinas presenciais esta semana. No dia 15/12, acontece a oficina “Corte Surpresa! A técnica do kirigami”, com Franklin Almeida. Já no dia 16/12, a oficina “Abayomis e Outros Contos”, com Coletivo Casa Futuro.

Contação de Histórias

Nos dias 18 e 19 de dezembro, a Bece apresenta o espetáculo “Abayomis e estórias para o afrofuturo”, encenado pelo Coletivo Casa Futuro. A entrada é gratuita e para ter acesso é necessário agendamento prévio no site bece.cultura.ce.gov.br/servicos. Cada agendamento contempla quatro pessoas por família, entre adultos e crianças.

Exposição Leitura & Liberdade

Na semana, segue aberta para visitação a exposição “Leitura & Liberdade”, que reúne obras de artistas visuais brasileiros e acervo de xilogravuras do Museu da Cultura Cearense, do Museu de Arte Contemporânea e do Museu do Ceará. O público poderá conferir a exposição nos diversos setores da Bece, sempre de segunda a domingo de 9h às 16h (acesso até às 15h30).

CONFIRA O RESUMO DA PROGRAMAÇÃO:

Presencial*:
Dia 15/12, às 13h – Oficina “Corte Surpresa! A técnica do kirigami”, com Franklin Almeida
Dia 16/12, às 13h – Oficina “Abayomis e Outros Contos”, com o Coletivo Casa Futuro.
Dias 18 e 19/12, às 10h30 e 14h30 – Contação de Histórias espetáculo “Abayomis e estórias para o afrofuturo”, com o Coletivo Casa Futuro

Virtual:
Dia 14/12, às 18h – Programa “Histórias de Quem Lê recebe Thamyle Vieira ”, servidora da Secult CE que integra a equipe da Bece e mulher cega
Dia 15/12, às 19h – Programa Livros Abertos – “A maestria da Sabedoria: a voz de cantantes e encantados”, com Mestres da Cultura: Geraldo Amâncio e Maria Toinha.
Dia 18/12, às 15h – Descobertas da Pesquisa Acadêmica: “A Pesquisa em Climatologia Geográfica: um enfoque no clima urbano”, com Juliana Oliveira

*Para as atividades presenciais, faz-se necessário a apresentação do passaporte de vacinação e um documento com foto para as pessoas maiores de 12 anos, de acordo com o Decreto Nº34.418, de 27 de novembro de 2021. O uso de máscara segue obrigatório na Bece.

PROGRAMAÇÃO POR ORDEM CRONOLÓGICA

  • 14 DE DEZEMBRO – TERÇA FEIRA

10H | WEBINÁRIO INCLUSÃO CULTURAL E ACESSIBILIDADE: ARTISTAS COM DEFICIÊNCIA E ARTES PARA A CIDADANIA
Youtube Bece / Duração: 2h / Classificação indicativa: Livre

O webinário de dezembro volta as atenções ao mês dedicado às pessoas com deficiência. Neste sentido, as reflexões abordarão possibilidades de atuação das pessoas com deficiência nas diferentes linguagens artísticas, como música e nas artes plásticas e visuais. Também é objetivo do encontro promover o debate em torno da política e dos processos editoriais acessíveis para escritores e leitores com deficiência visual.

MESA 1 | ESCRITAS ACESSÍVEIS E POLÍTICAS EDITORIAIS

Convidades: Gustavo Martins (Professor e Advogado), Sarah Bentes (Escritora e Compositora), Larissa Mundin (Escritora e Editora).
Mediação: Igor Peixoto (Escritor, Bibliotecário da Bece e Homem com deficiência múltipla)
Momento Jovem Pesquisador: Ralú Nunes (Estagiária da Bece)

O acesso ao livro e à leitura está na pauta da mesa de abertura do webinário. Logo, as discussões concernentes às políticas editoriais e seus processos adquirem relevância no que tange aos aspectos do direito à informação, à produção do conhecimento e da garantia do pleno exercício à cidadania. Sendo assim, cabem as seguintes indagações: como a produção editorial no Brasil tem sido realizada em torno da acessibilidade? Quais linguagens e suportes técnicos as produções editoriais têm contribuído para a acessibilidade de pessoas com deficiência visual?

18H | HISTÓRIAS DE QUEM LÊ CONVIDA THAMYLE VIEIRA
Youtube Bece / Duração: 50 min / Classificação indicativa: Livre
Mediação: Fernanda Meireles

O programa propõe conversar com pessoas que revelam nas suas trajetórias de vida a relação próxima e afetiva com os livros, a escrita, a palavra e a literatura. O fio condutor da conversa é a narrativa sobre a experiência transformadora da leitura, da escrita e da palavra. A convidada desta edição é Thamyle Vieira, analista de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e atua na Biblioteca Estadual do Ceará – BECE. Também integra o grupo de Trabalho de Acessibilidade Cultural do Estado do Ceará. Tem experiência como formadora em cursos, oficinas e palestras voltados à inclusão de pessoas com deficiência.

  • 15 DE DEZEMBRO – QUARTA FEIRA

10H | WEBINÁRIO INCLUSÃO CULTURAL E ACESSIBILIDADE: ARTISTAS COM DEFICIÊNCIA E ARTES PARA A CIDADANIA
Youtube Bece / Duração: 2h / Classificação indicativa: Livre

O webinário de dezembro volta as atenções ao mês dedicado às pessoas com deficiência. Neste sentido, as reflexões abordarão possibilidades de atuação das pessoas com deficiência nas diferentes linguagens artísticas, como música e nas artes plásticas e visuais. Também é objetivo do encontro promover o debate em torno da política e dos processos editoriais acessíveis para escritores e leitores com deficiência visual.

MESA 2 | ARTE CEARENSE NO CATÁLOGO DE ARTISTAS COM DEFICIÊNCIA

Convidades: Clemilda dos Santos (Bibliotecária e Mestra em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior pela UFC), Geilson de Sousa (Estudante de Pedagogia da UFC), Giordana de Freitas (Bibliotecária e Mestra em Ciência da Informação pela UFC)
Mediação: Thamyle Vieira (Mulher cega e Pedagoga da Bece)
Momento Jovem Pesquisador: Cainã Viana (Estagiária da Biblioteca de Humanidades da UFC)

A mesa arte cearense, no catálogo de artistas com deficiência, objetiva formalizar e publicizar a compilação de informações referentes aos artistas, de diferentes expressões, com deficiências. O referido catálogo pretende, inclusive, contribuir com as discussões acerca do capacitismo e da inclusão social. Como as lentes das artes têm ampliado os horizontes intelectuais em torno das competências e das habilidades humanas das pessoas com deficiência? Que meios e instrumentos as políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência vêm utilizando na busca pelo reconhecimento do protagonismo dos artistas invisibilizados.

13H ÀS 16H | OFICINA CORTE SURPRESA! A TÉCNICA DO KIRIGAMI – COM FRANKLIN ALMEIDA
Inscrições: de 01 a 15 de dezembro
Formulário de Inscrição: https://forms.gle/urw6TK9NMmtkubSe6
Local: Espaço Multiuso/ Duração: 3h
Público alvo: professores da educação infantil, profissionais do design e da arquitetura e profissionais de bibliotecas.

O Kirigami é uma arte com papel de origem chinesa, mas com uma grande expansão no Japão, que consiste em: através de cortes e dobraduras, transformar um papel plano em um formato 3D. O objetivo da oficina é que cada educando, consiga finalizar a oficina, criando seu próprio cartão e assim tenha a compreensão da engrenagem para a realização do movimento final inserido em cada cartão. Quem ministrará a oficina será Franklin Almeida, é cearense e desde criança se interessou por tudo que é ligado às artes visuais e artes manuais. Já adulto e trabalhando com conhecimento de diversos tipos de artesanatos manuais, teve conhecimento do Kirigami por meio da artista Naomi Uezu, uma das maiores artistas em kirigami no Brasil.

*Para as atividades presenciais, faz-se necessário a apresentação do passaporte de vacinação e um documento com foto para as pessoas maiores de 12 anos, de acordo com o Decreto Nº34.418, de 27 de novembro de 2021. O uso de máscara segue obrigatório na Bece.

19H | LIVROS ABERTOS – “A MAESTRIA DA SABEDORIA: A VOZ DE CANTANTES E ENCANTADOS”, COM MESTRES DA CULTURA: GERALDO AMÂNCIO E MARIA TOINHA.
Youtube Bece / Duração: 2h / Classificação indicativa: Livre / Mediação: Glória Diógenes

Agora vai brotar a prosa dos que têm o dom de ouvir a voz do mundo. Dos que sabem fazer ecoar conhecimentos ancestrais. Seus cantos, palavras, poéticas, mais que sabedorias, são histórias do tempo, histórias de uma gente. São mestres, mestras que ditam versos, canções, palavras que pousam no coração do povo. São eles, elas os Livros Abertos que assopram o que fomos, quem somos, e o que ainda podemos inventar.

  • 16 DE DEZEMBRO – QUINTA FEIRA

13H ÀS 16H | OFICINA “ABAYOMIS E OUTROS CONTOS”, COM COLETIVO CASA FUTURO
Inscrições: de 07 à 15 de dezembro
Formulário de Inscrição: https://forms.gle/8jSRgeThe3Xss3hB7
Local: Espaço Multiuso / Duração: 3h

Que tal aprendermos a dar vida aos retalhos de tecido também? O Coletivo Casa Futuro promove a oficina “Abayomis e outros contos” com o intuito de contribuir com a formação de leitores nas bibliotecas de Fortaleza. Um encontro que entrelaça Literatura à Arte-manual, no espaço de leitura de livros e de mundos e pelas manualidades lúdicas que (re)criam, em tecidos e nós, elementos da história negra e pindorâmica do Ceará. Resgatando a tradição iniciada pela artista e artesã Lena Martins, de São Luís do Maranhão, que criou as pequenas bonecas de nós (abayomis) em 1980, para oficinas com crianças em comunidades do RJ.

*Para as atividades presenciais, faz-se necessário a apresentação do passaporte de vacinação e um documento com foto para as pessoas maiores de 12 anos, de acordo com o Decreto Nº34.418, de 27 de novembro de 2021. O uso de máscara segue obrigatório na Bece.

15H | DESCOBERTAS DA PESQUISA ACADÊMICA – “A PESQUISA EM CLIMATOLOGIA GEOGRÁFICA: UM ENFOQUE NO CLIMA URBANO”, COM JULIANA OLIVEIRA
Youtube Bece / Duração: 50 min / Classificação indicativa: Livre
Mediação: Rodrigo Ribeiro

Iniciativa da Coordenação de Acervo, Pesquisa e Conhecimento, o programa busca apresentar aspectos teórico-metodológicos da pesquisa nas várias áreas das Ciências Humanas. Neste sentido, contamos com a participação de professores com larga experiência no trato com a pesquisa e seus procedimentos teóricos, técnicos e metodológicos, buscando, assim, esmiuçar os pormenores do trabalho acadêmico de investigação e análise de um determinado tema de estudo. O Descobertas propõe, também, aproximar a Bece dos pesquisadores que, em algum momento, consultaram o seu acervo. Nesta edição a professora Juliana Oliveira abordará as especificidades da pesquisa acadêmica em Geografia. Juliana é Doutora em Geografia na Universidade Federal do Ceará (2012) e professora Adjunta do curso de Geografia da Universidade Regional do Cariri (URCA). Coordena o Laboratório de Análise Geoambiental (Lageo) do Departamento de Geociências da Universidade Regional do Cariri (URCA).

18 e 19 DE DEZEMBRO – SÁBADO E DOMINGO

10H30 E 14H30 | CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS – ESPETÁCULO “ABAYOMIS E ESTÓRIAS PARA O AFROFUTURO”, COM CASA FUTURO
Local: Setor Infantil / Duração: 1h / Classificação indicativa: Livre / A entrada é gratuita e para ter acesso é necessário agendamento prévio no site bece.cultura.ce.gov.br/servicos. Cada agendamento contempla quatro pessoas por família, entre adultos e crianças.

Memórias diaspóricas, aventuras do afrofuturismo, ritmo e ludicidade é o que o coletivo Casa Futuro pretende trazer à cena, através da contação de histórias autorais “Abayomis e estórias para o Afrofuturo” que mesclam a mitologia africana à cultura regional. Um convite para decolar na nave espacial da literatura oral e do cancioneiro popular, rumo ao universo sideral da imaginação e fortalecimento da identidade negra cearense.

*Para as atividades presenciais, faz-se necessário a apresentação do passaporte de vacinação e um documento com foto para as pessoas maiores de 12 anos, de acordo com o Decreto Nº34.418, de 27 de novembro de 2021. O uso de máscara segue obrigatório na Bece.